Visitar Paris com crianças é daquelas experiências marcantes para a vida. Quem já leu sobre mim ou me conhece sabe que eu sou apaixonada por viajar. Acredito que viagens reforçam os laços de afeto entre as famílias e deixam memórias pra vida toda.

Mas viajar com crianças não é a mesma coisa que viajar somente em adultos. As dicas que darei aqui não são voltadas para crianças muito pequenas, não vou dar dicas de papinhas nem de carrinho de bebê.

Passei dessa fase e agora que o meu filho já tem 8 anos, o foco da viagem foi o planejamento prévio, para que ele curtisse ao máximo.

Paris com crianças

Vou colocar aqui também, uma listinha com 10 coisas para fazer em Paris com crianças. Isso é até mais fácil de encontrar em guias e pela Internet. O que quero mesmo é contar pra vocês sobre a preparação da viagem e como foi na prática durante a semana que estivemos por lá.

Se sua viagem incluir uma passada pela Itália veja também Roma com crianças.

Como planejar sua viagem a Paris com crianças

Esse é o ponto principal a meu ver, planejamento. Afinal é uma viagem cara e você não quer perder nada importante. E ainda, você não quer cara feia, cansaço e reclamações de crianças, façam parte da sua viagem, certo?

O objetivo é que eles se divirtam, aproveitem, aprendam e tenham uma experiência positiva e agradável.

A primeira vez do Gabriel na Europa foi com 1 ano e meio, confesso que não faria novamente uma viagem pra Europa com um bebê. Mas essa é a minha opinião, afinal esse é um assunto polêmico.

Dica fundamental – Incluí-los no Planejamento

Pesquisar os destinos junto com eles pra mim é a chave do sucesso da viagem com crianças maiorzinhas. Mostrar vídeos, livros, fotos são ótimas formas de falar na linguagem que eles gostam. Aqui Youtube é sempre sucesso para isso.

Acho que despertar a curiosidade e mostrar um pouco do que eles vão encontrar na viagem, aproxima a criança do destino. Em Paris, o que ajudou muito foi a LadyBug. Já era um desenho que o Gabriel assistia, então assistimos juntos vários capítulos e ele ia me mostrando e explicando.

Nesse desenho a história se passa em Paris, então mostra locais como a Torre Eiffel, Hotel De Ville, Museu do Louvre, entre outros. Ele adorou ver o que já conhecia pelos super heróis do desenho.

Como uma das exposições que visitaríamos era do Van Gogh, também aproveitamos para ler a história dele na semana anterior. Pesquisas no Youtube sobre o Leonardo da Vinci e a Monalisa também despertaram bastante interesse.

Aproveitei ainda para mostrar fotos do apartamento que alugamos pelo Airbnb em Paris para ele. E pelo Google Street View mostrei onde era o supermercado que faríamos compras, os monumentos próximos e onde era o metrô.

Enfim aqui alguns exemplos que utilizei para Paris que deu certo com o meu filho. Vamos pra parte prática então – O que fazer em Paris com crianças:

10 coisas para fazer em Paris com crianças

1. Subir no Topo da Torre Eiffel

Subir até o topo da Torre, foi algo que nunca tinha conseguido fazer ainda, por falta de planejamento e preguiça de enfrentar filas longas. Dessa vez adorei a opção pelo Get Your Guide, de reservar um Tour bem cedinho para subir ao topo.

Subir na Torre Eiffel.
Lá no topo da Torre. Friozinho, mas valeu a vista!

Acho que é algo que você precisa fazer uma vez na vida, nem achei a vista tão diferente do segundo andar para o Topo. Mas valeu muito pena por ter ido com o Gabriel.

2. Museu do Louvre com crianças

Nós fizemos uma visita guiada ao Louvre com a Aureliana, do Parci, Parla. Fazer um tour especializado em crianças, fez uma completa diferença. Foram 3 horas em que ela conseguiu captar a atenção das crianças completamente.

Ouvimos ótimas histórias, vimos algumas das principais atrações do museu e visitamos a Monalisa para fechar com chave de ouro. Era o mais esperado pelo Gabriel, ele adorou.

Compenetrados ouvindo a Aureliana.

Minha recomendação para visitar o Louvre ou qualquer museu com crianças é pesquisar antes o que visitar. Crianças se interessam por histórias, não por quadros e estátuas. Então se você preparar algumas histórias conseguirá ganhar a atenção com certeza.

Quando chegamos a Vitória de Samotrácia, a Aureliana nos contou a origem da marca Nike. Na verdade em grego o nome dela é Niké, e a inspiração para criar o símbolo da Nike foi a curvatura da asa da deusa. Agora você já conhece uma historinha pra contar para a criançada ao visitar o Louvre. Aposto que adultos irão gostar também.

Vitória de Samotrácia
Nós com a Vitória de Samotrácia, a Niké.

Fazer algumas escolhas e não forçar as crianças a ficar muito tempo andando, é necessário também. Eles não terão paciência pra ficar horas no museu. Vá com calma…

Comprar os ingressos com antecedência para não pegar fila também é essencial ainda mais com crianças. Assim você não “gasta” a paciência deles com filas. Clique aqui pra comprar com nosso parceiro Get Your Guide.

3. Disneyland Paris

Castelo da Disney paris

Eu já tinha ido algumas vezes pra Paris, mas nunca tinha ido a Disneyland. Afinal perder dias na cidade Luz nunca me pareceu uma boa escolha.

Dessa vez a ideia de ir a Paris com o Gabriel começou pois ele vinha pedindo para ir a Disney e as passagens para Orlando estavam muito mais caras. Disneyland virou a “desculpa” dessa viagem.

Ele adorou e eu mais ainda, quem me conhece sabe o quanto sou Disney maníaca. O melhor foi estar na Disney e depois poder curtir Paris.

Comprei também os ingressos antes de sair do Brasil com a Get Your Guide, e já cheguei lá com os vouchers impressos. O valor é o mesmo do site oficial, só que por aqui você ajuda o Blog, pois a empresa me paga uma pequena comissão… 🙂

4. Passeio Onibus Hop On Hop Off

Eu acho uma boa forma de conhecer a cidade pegar esse ônibus de 2 andares. Ainda mais com crianças que não vão conseguir caminhar tanto.

A opção de descer e voltar, dá bastante liberdade para o passeio. Como mostra a cidade por cima, você vai curtindo as paisagens. Diferente de andar de metrô que acaba fazendo você perder parte da vista embaixo da terra.

Paris com crianças
Diversas empresas fazem esse tour. Procure o que mais adequar a sua programação.

Nós fizemos a opção de um dia fizemos uma parada na Notre Dame, e depois paramos no Louvre onde faríamos nosso tour guiado.

Mais um passeio que pode ser adquirido pela Get Your Guide, tem diversas opções, algumas já incluem o passeio do Barco.

5. Passeio Batobus

Outro passeio bem gostoso para fazer em Paris é o Batobus. Funciona da mesma forma que o ônibus, parando em alguns pontos. Você pode descer e depois voltar ao trajeto.

Claro que com a limitação que nesse caso as paradas são perto do rio. Para as atrações mais distantes recomendo combinar com o ônibus Hop-on Hop-off.

Compenetrado!

Você também consegue comprar com antecedência por aqui.

6. Catedral de Notre Dame e Saint Chapelle

A Notre Dame foi outra parada que achei que deveria incluir no roteiro de Paris com crianças. Assistir ao desenho do Corcunda de Notre Dame, pode ser uma boa introdução da história para as crianças. (*update pós incêndio, acredito que por um tempo não poderá entrar na igreja, ainda assim acho que a visitar a área e ver a igreja por fora, vale muito a pena)

Amei demais essa foto!! Essa foto tirei semanas antes do incêndio, me dá tristeza pensar, espero que consigam reconstruir rapidamente.

Independente disso, fizemos um passeio rápido lá por dentro, eu ia mostrando os vitrais e a grandiosidade para o Gabriel. Ele ficou bem quietinho e ainda me deu bronca que eu estava filmando dentro da igreja. Estivemos lá num dia bem cheio e estava tendo missa da Quaresma.

Agora estando na Ilé de lá Cité, onde fica a Notre Dame, você não pode deixar de visitar também a Saint Chapelle. Achei maravilhosa, imperdível. Gabriel adorou pois tem um computador com uma tela interativa contando a história da área e mostrando como era antes. Bem interessante, essas coisas agradam demais as crianças.

Não queria mais sair desse computador!
Fala sério se não é maravilhosa!!!

A Notre Dame é aberta (infelizmente não mais) para visitação e não paga pra entrar, somente para subir na torre (dispensamos os 442 degraus). Não esqueça de dar uma voltinha nos jardins e ver a arquitetura por fora que pra mim é a parte mais bonita. Já para visitar a Saint Chapelle recomendo comprar com antecedência pra não pegar fila, ingresso aqui pela Get Your Guide.

7. Passeio Champs Élysées e Arco do Triunfo

No dia que resolvemos andar pela Champs Élysées tava um vento tão forte que quase levava a gente. Demoramos para subir a rua inteira pois o vento era contra, mas devagarzinho e parando algumas vezes chegamos no Arco.

paris com crianças
Nossa caminhada até o Arco do Triunfo.

A rua mais famosa de Paris conta com diversas lojas, mas algumas podem especialmente interessar as crianças, uma delas é a Loja da Disney, a outra é a do Paris Saint Germain, para os que curtem futebol.

Como ventava muito o Arco estava fechado para subir, mas caso você queira subir já pode também comprar o ingresso antecipado e cortar a fila, por aqui. Mesmo sem subir vale a pena ver de perto esse monumento construído em 1836, por solicitação de Napoleão Bonaparte para comemorar suas vitórias militares.

8. Jardins de Luxemburgo

Criado por volta de 1615, quando Maria de Medici cansada da vida no Louve, ordenou que construíssem um palácio sob medida para ela. Essa história aprendemos com a Aureliana em nosso tour no Louvre.

Hoje é um dos mais populares jardins da cidade, muito visitado pelos turistas e frequentado também pelos moradores de Paris.

Icônicos barquinhos a vela.

Para as crianças é possível alugar um barquinho a vela para brincar com uma varinha. Tem também um parquinho para os menores de 12 anos, carrossel e teatro de marionetes.

9. Museu D’Orsay

Visitar o D’Orsay com o Gabriel foi importante para vermos a diferença de fazer um tour em museu com guia e sem guia.

Infelizmente o custo do guia é alto, a verdade é que em euros qualquer gasto fica pesado para nós brasileiros. Optamos então por pegar os audio guias em português e sair explorando o museu por nossa conta.

paris com crianças no museu D'Orsay.

Confesso que poderia ter me preparado melhor e escolhido algumas obras, contado algumas histórias para o Gabriel antes, mas acabei não conseguindo tempo.

Nos primeiros minutos ele se empolgou com o Audio Guia em Português (EUR$5,00) e com uma estação com um óculos virtual, logo na entrada.

Fomos andando ele viu algumas obras, contei que o museu era uma antiga estação de trem. Consegui mostrar o Urso da Coca Cola, brincadeira, o urso branco de François Pompon, mas logo já começou a reclamar que queria ir embora.

Subimos para ver os Impressionistas, eu tinha algumas balinhas na bolsa que deram uma distraída, mas definitivamente não foi dos passeios preferidos dele. E esse é dos meus museus preferidos por ser pequeno. Aqui no Post da Diana Viaja, ela conta como visitar esse museu e o que encontrar por lá.

Comprem os ingressos antes, pois as filas por lá são enormes. Aqui pelo Get Your Guide você compra e leva seus ingressos pelo aplicativo, fizemos isso e funcionou perfeitamente. Os menores de 18 não pagam ingresso no D’Orsay, mas estando junto com adultos podem pegar a fila de quem comprou ingresso antecipado.

10. Passeio com crianças pelas pontes de Paris

Passar pelas pontes em cima do Rio, também foi algo que o Gabriel curtiu bastante. Ótima opção pra tirar lindas fotos com o Rio ao fundo.

Aqui a Pont Royal, logo na saída do Museu D’Orsay, em frente dá pra ver a Pont du Carrosel. Na Pont du Carrosel, você vai ver alguns cadeados, Gabriel ficou procurando os grandes, disse que eram os maiores amores.

Mas a ponte mesmo dos cadeados é a Pont des Arts. Hoje em dia eles retiram os cadeados por motivos de segurança e ela não fica lotada como ficava antes.

Paris com crianças, passeio pelas pontes.

A Ponte Alexandre III, também é uma das mais bonitas, passamos por ela ao pegar o nosso Batobus. Uma volta pela Pont Neuf, a mais antiga de Paris, também precisa estar no roteiro, combine com a visita a Notre Dame.

Ainda tem uma lista enorme de coisas para fazer em Paris com crianças:

Mas, infelizmente não tivemos tempo de fazer tudo. Queria ter ido ao parque do Asterix, Museu de ciências e tecnologia no Parc de la Villette, Museu de história natural, Centre Pompidou.

Enfim, Paris acho que é uma das melhores cidades do mundo para explorar com as crianças, opções não faltam.

Agora se você vai passear pela cidade, sem crianças e quer algo já bem organizado, veja o post do Blog Para Viagem – Roteiro Paris.

Vai pra Paris com crianças? Já fez seu Seguro Viagem?

Na Seguros Promo você consegue fazer uma busca e já ver o valor de se seguro na hora. Você vai se surpreender ao descobrir que não vai pagar caro por um ótimo seguro, com a cobertura de EUR$30.000. Valor da cobertura mínima exigida para os países integrantes do Tratado de Schengen.

Clique aqui para fazer a sua cotação e já aproveitar o desconto para os leitores do Blog.

Quer mais dicas de Europa com crianças?

Veja aqui outros posts da série:

Roma com crianças

Vejam também outros posts do Blog sobre a cidade Luz.

Hotéis Palace na França
Mandarin Oriental em Paris, Luxo e Sofisticação
Um sonho de roteiro pela Provence
Visitando os Calanques de Cassis
Paris Brest, uma doce roda de bicicleta!
Hotel Le Pigonnet na Provence e os jardins de Cézanne

26 COMENTÁRIOS

  1. Que delícia ler este post. Primeiro porque a nossa caçula também tinha 8 anos na nossa primeira vez à Europa e primeira vez em Paris. Segundo porque amo viajar com as filhas e na maioria das vezes, elas estão junto. Terceiro porque amo demais Paris. Adorei as dicas e os lugares que vocês visitaram. Só não fomos à Disney, mas o restante fizemos e posso garantir, vale mesmo a pena, com ou sem os pequenos.

    • Obrigada Michela!! 🙂 Ah Paris é demais, né? Acho que uma das melhores cidades pra ir a primeira vez pra Europa com as crianças. Beijos!!

  2. Que dicas ótimas mas o que me chamou mais atenção foi vc ler as histórias antes da viagem para atiçar a curiosidade dele. Ameiii

    • Quando as crianças vão crescendo vai ficando mais difícil entreter, e esse planejamento é fundamental mesmo… Deu super resultado.
      Obrigda, Bjos Renata

  3. Ótima dica de viagem para Paris com criança. Acho que a chave para o sucesso, como você mencionou, é envolver os pequenos no planejamento da viagem. Faz toda a diferença. Achei muito interessante essa visita guiada no Louvre voltada para crianças.

  4. Renata, adorei as dicas!!
    Gostaria de saber o contato da guia, pois viajarei agora em julho com a minha filha e me interessei bastante.
    Aguardo.
    Muito obrigada!

    • Oi Janaina,
      Tudo bem? Fico feliz que gostou. Eu vou te mandar por e-mail o contato da Aureliana. Ela é maravilhosa, fez toda a diferença!
      Um ótima viagem, aproveitem muito!
      Beijos
      Renata

  5. Adorei as dicas Renata !! Viajarei para Paris agora em Agosto e irei com meus filhos de 2 e 9 anos! Ficaremos hospedados na rede Astotel, você conhece?

    • Oi Alessandra,
      Tudo bem?
      Que delícia, espero que aproveitem muito! Eu não conheço, mas dei uma olhada e parece ótimo. Eu adoro essa região pra se hospedar.
      Depois me conta se curtiram!
      Uma ótima viagem pra vocês!!
      Beijos
      Renata

  6. Adorei as dicas Renata. Não vejo a hora de voltar à cidade-Luz, mas com as crianças e suas sugestões foram muito interessantes. Bjs Clarissa.

    • Oi Clarissa,
      Que bom que gostou, fico feliz! 🙂
      Ah você vai curtir com certeza, o meu filho até hoje fala dessa viagem.
      Aproveite sua viagem, e depois volta pra contar como foi!
      Um beijo,
      Renata

  7. Dicas maravilhosas! Parabéns pelo relato!
    Poderia enviar dicas de hospedagens com crianças em Paris?
    Percebi que escolheram airbnb. Recomenda a localização?
    Antecipadamente grata,
    Erika

    • Oi Erika, Obrigada, desculpe a demora na resposta…Recomendo muito airbnb. Adoro a localização perto da Madeleine e Opera. Perto do Louvre também gosto muito. Vantagem do Airbnb é poder cozinhar, tomar café, além de uma boa economia pra crianças que não comem tão facilmente em restaurantes, garante que eles comam mais saudável. 🙂 Vou te mandar umas dicas de hospedagem pelo e-mail. Abs, Renata

  8. Olá, Renata!
    Adorei suas dicas! Estou pensando (de última hora! Rs) em ir para Paris e Provence agora em Outubro.
    Poderia me indicar onde se hospedou pelo Airbnb em Paris?
    Obrigada!

    • Oi Maria Carolina,
      Obrigada :). O apto que eu fiquei no Airbnb não recomendo. A localização era boa, mas o ap não muito, acho que ela até tirou do airbnb. Procura algo perto da Opera, Madeleine. Um que eu gostei mas acabei não ficando, procura no airbnb: ‘Lovely parisian next to the Louvre/marais’.Esse tbém: ‘Luminous and& spacious flat à Madeleine, tinha deixado esses salvos aqui. Além das fotos o que eu mais tento ler nas estrelinhas são as avaliações…Se estiver bem avaliado, dificilmente vai ser ruim. Esse que foi ruim era novo, nao tinha avaliação e eu quis insistir pq era bonitinho e bem localizado e com bom preço kkk. Desconfie…
      Desejo uma viagem maravilhosa!!! Beijo grande, Renata

  9. Que experiência maravilhosa!
    Tenho uma dúvida: foram só vocês dois?
    Pergunto porque meu marido provavelmente não poderá viajar com a gente no próximo ano e estou pensando na possibilidade de viajar com meu pequeno de 09 anos. Vale a pena?
    Alguma dica ou sugestão além de Paris?
    Obrigada por compartilhar suas experiências. Adorei!

    • Oi Yara, Tudo bem?
      Fomos nós 2 e minha irmã. Mas como ela queria treinar o francês, não fez todos os passeios conosco. Fomos pra Disney só nós 2, Torre Eiffel. Foi bem tranquilo. Uma boa oportunidade pra aproveitarem conversarem bastante e curtirem a cidade juntos. Se você tiver tempo ir a Londres pelo trem é bem legal também. Londres é uma cidade super receptiva para crianças, com muitos museus, a London Eye, London Tower, acho que super interessante pra crianças na idade so seu (a mesma idade do meu). Se foram não deixe de assistir o último filme do Homem aranha, que passa uma parte por lá.
      Beijos,
      Renata

  10. Gostei muito das dicas. Embarco em abril com duas crianças (8 e 10 anos). Crianças dessa idade pagam metade do valor dos ingressos? Minha primeira viagem internacional.

    • Oi Andressa,
      Obrigada. Depende um pouco do lugar, nãqo são todos os que dão 50% de desconto, e o limite de idade também pode mudar. Mas na grande maioria das vezes os ingressos tem valor especial pra crianças sim. No caso da Disneyland Paris o valor é quase igual ao de adulto.
      Espero ter ajudado! Otima viagem.
      Um abraço,
      Renata

Deixe uma resposta

Deixe sue comentário
Preencha seu nome