Listei aqui as dicas para sua viagem ao Atacama que considero essenciais. O Deserto do Atacama é uma daquelas viagens que vai exigir algum planejamento prévio. Fiz esse post contando um pouco da minha experiência antes e durante a viagem. Se tiverem dúvidas ou algo pra acrescentar deixem seus comentários ao final do post!

dicas para sua viagem ao Atacama
Atacama e suas cores! Eu me apaixonei por essa paisagem. Foto: @colanamona

1.Quando ir para o Deserto do Atacama?

É um destino possível de visitar o ano inteiro. Conversei bastante com o pessoal que mora lá e trabalha com turismo e as conclusões foram:

Melhores épocas para ir ao Atacama são os meses de setembro, outubro e novembro e março, abril e maio. Nessas épocas o frio não é tão intenso e não é época de chuvas. No nosso verão aqui no Brasil, lá um período que pode ser mais chuvoso. Por isso entre dezembro e fevereiro eu não recomendaria.

No inverno, entre junho e agosto, não é uma época ruim, inclusive é alta temporada, pois é férias dos chilenos, brasileiros e também dos europeus. O inconveniente para o brasileiro é o frio, os próprios guias comentam que os brasileiros são os que mais sofrem com o frio. Porque será?

Eu fui no início de maio, e peguei uma entrada de frente fria que os Atacamenhos já chamaram de chegada do inverno. Estava mesmo frio, principalmente nos passeios que você precisa sair bem cedo e vai pra altitudes maiores. Chegamos a pegar sensação térmica de -10ºC na base do Cerro Toco, um dos passeios que fizemos, numa altitude de aproximadamente 4.500m.

dicas para sua viagem ao Atacama
Será que tava frio???

2. Quantos dias ficar no Atacama?

Não é das respostas mais simples, porque depende muito de quanto tempo você tem disponível. Conte que chegar lá já toma 1 dia inteiro.

Eu diria que o mínimo seriam 5 dias. Assim tem como fazer os principais passeios. Com tempo de se adaptar a altitude aos poucos para nos últimos dias fazer os passeios mais altos, mas fica corrido.

Eu sugiro mesmo 7 dias para fazer os passeios com mais calma. São paisagens incríveis e diferentes para conhecer.

3. Como chegar no Atacama?

O aeroporto mais próximo da cidade de San Pedro de Atacama, que é a cidade base para quem quer visitar o Deserto, é o de Calama.

Existem algumas opções de vôos de Santiago para Calama diariamente. Além da LATAM, tem também a Jetsmart e Sky Airlines, companhias aéreas lowcost. O voo de Santiago para Calama tem duração de 2 horas.

Só fiquem atentos que as passagens com preços promocionais dessas empresas costumam não incluir bagagem. E logo abaixo já conto que vai ser difícil ir pra lá com mala de mão.

Nós pesquisamos bastante e optamos pela LATAM, saindo de São Paulo. Fizemos uma escala em Santiago e então pousamos em Calama. De Guarulhos até Santiago o vôo é de 4h20 e esperamos por volta de 2h30 para o segundo vôo. Chegando em Calama, pegamos um transfer de mais 1h20 até São Pedro de Atacama.

É uma boa opção também para quem quer utilizar milhas. Conseguimos emitir com 23 mil milhas Multiplus o trecho todo.

dicas para sua viagem ao Atacama
A vista da Cordilheira chegando em Santiago!

Transfer Calama para San Pedro de Atacama

Translicancabur, passe longe!

Agora você precisa me fazer uma promessa, anota esse nome: TransLicancabur! Decorou? Nunca, never, nem que seja de graça contrate essa empresa, os ônibus são velhos caindo aos pedaços, motor falhando, motoristas imprudentes, desconfortável, atrasaram na volta quase 1 hora.

Chegando no aeroporto tem outras 2 opções e o preço é o mesmo. Se fechar ida e volta sai por $20mil pesos. O equivalente hoje a R$120 (jun/18). E só a ida saia $12mil pesos.

Eu não testei as outras, mas pareciam melhores. Nós ficamos inseguras de não reservar antes e caímos na armadilha dessa empresa. Eu diria que não é necessário reservar, chegando lá olhe com calma as opções. Se quiser conforto contrate com antecedência um transporte privativo.

Eu sinceramente me arrependi de não ter contratado o transfer do Hotel, que era bem mais caro ($60mil pesos ida e volta). Mas na hora que o motorista corria feito louco na curva eu pensava que teria saído bem mais barato e confortável escolher o transfer do Hotel. Aflição em pensar que aquele ônibus ia quebrar no meio da estrada, nem gosto de lembrar.

4. Que roupas levar para o Atacama?

Continuando as dicas para sua viagem ao Deserto do Atacama, essa é uma parte importante. Esse tópico está bem ligado ao primeiro, claro que depende do clima. Mas já adianto que nessa mala vai precisar ter desde biquini até casaco bem quentinho.

Dicas para sua viagem ao Atacama – Roupas

A mala precisa ser bem planejada, confesso que eu sou bem prática para arrumar a minha. Geralmente consigo otimizar bem as roupas. Mas essa aqui não teve como ser muito econômica.

Eu fiquei 7 dias inteiros, em maio, a previsão em São Pedro era entre 9 e 24ºC, não era nenhum frio tão extremo. Mas o problema é o clima nos lugares mais altos e o vento que diminui muito a sensação térmica.

dicas para sua viagem ao Atacama
Nos Geisers del Tatio, um dos dias que saímos mais cedo e o frio era intenso.

Eu recomendo levar roupas que você possa vestir em camadas, assim se for esquentando você consegue tirar. Apesar do frio durante o dia nesse época é quente principalmente no sol, nos primeiros dias, conseguíamos ficar de camiseta de dia.

Roupas Fiero

Eu quase não tinha roupas de inverno, então contei com a loja Fiero para os itens essenciais. Achei uma facilidade ótima comprar pela internet, chegou bem rápido em São Paulo e achei qualidade realmente muito boa.

Eu escolhi um casaco com plumas e penas de pato, esse vermelhinho da foto, que era bem quentinho. Mas pra estar bem protegida mesmo, eu usava um Fleece embaixo, também da Fiero,  e ainda uma segunda pele.

As luvas e a bota forrada de lã, foram essenciais para manter quentes onde mais sinto frio, mãos e pés. A bota é apropriada pra neve, tem um solado bem resistente.

A peça que achei essencial e tem um preço muito bom, foi a balaclava 3×1, ela é feita em fleece e pode ser gorro, cachecol e balaclava. Usei muito nos dias mais frios pra proteger o rosto e nariz. Era um frio que queimava a pele.

dicas para sua viagem ao Atacama
Garanto que esses olhos são meus!! Foto: @colanamona

Além dessas peças eu investiria em calças e blusas segunda pele térmicas e meias térmicas. Calça jeans não aguenta o frio mesmo usando uma meia calça por baixo. Então para não ficar parecendo um boneco de neve vestindo todas as roupas da mala, vale a pena comprar algumas peças antes da viagem, caso você não tenha.

O maior frio será nos passeios dos Geisers Del Tatio e das Lagunas Altiplânicas. E se for fazer o Tour astronômico ou trekking em algum Vulcão. Então pelo menos 2 dias prepare-se para muito frio. Nos outros dias o frio é mais na parte da manhã e noite.

Acabou?

Não, guarda mais um espaço nessa mala, pois ainda vão ter passeios que você vai precisar de maiô/biquini.  Para os dias que for visitar as Termas de Puritama e as Lagoas Salgadas: Cejar e Lagunas Escondidas. É bom levar um chinelo e uma saída de banho também.

dicas para sua viagem ao Atacama
Termas de Puritama. Daqueles passeios que você não quer que acabe. Foto: @Colanamona

E Sapatos??

Eu levei um tênis de academia, a bota forrada de lã da Fiero e acabei comprando lá uma botinha dessas de trekking, impermeáveis. Não é indispensável, mas eu achei que é bom pra andar em terrenos mais instáveis e o pé fica bem firme.

Além desses levei um tenis de passeio também pra usar a noite, e o que usei na viagem. Fora isso só as havaianas, que já tinha dito. Deixe qualquer sapato ou bota de salto fora da mala!! hehe

5. O que não pode faltar na mala?

Outros itens que você vai utilizar muito e já recomendo levar daqui são:

  • Hidratante pro corpo e rosto
  • Protetor solar rosto
  • Protetor labial (usei Cicaplast e amei)
  • Creme para as mãos
  • Rinosoro ou outro similar (leve também lencinhos)
  • Colírio desses tipo Lácrima ou Moura Brasil

Eu não sou médica e deve ser contra indicado recomendar remédios, mas leve o que você tiver acostumada a tomar para dor de cabeça e para enjôo. Alguns dias tomamos Dramim e parece que ajudou, note no caderninho de dicas para sua viagem ao Atacama essa listinha.

Eu sofri um pouco no segundo dia com o mal de altitude. Fomos ao Salar de Tara (4500m) e estava sentindo um pouco de falta de ar. Depois de algum tempo eu comecei a sentir bastante enjôo, tive que ir de carona com a van e ficar bem quietinha para me sentir melhor. Chegando a cidade novamente já estava ótima.

dicas para sua viagem ao Atacama
Um dos lugares mais lindos e eu passando mal, nem fotos conseguia tirar.

A recomendação é tomar bastante água para manter o corpo hidratado, mesmo sem sede. Não tomar bebida alcóolica no dia anterior aos passeios mais altos e tomar chá de coca. Nós tomamos o chá todos os dias, há quem diga que é quase um “placebo”. Mas quem disse que placebo não funciona, né!? Além de ser gostosinho, ajuda a esquentar.

6. Onde ficar no Atacama?

O Atacama tem diversas opções, desde Hotéis super luxuosos a Hostels. Mas todos seguem  o estilo mais rústico.

Hotéis Super Exclusivos

Eu dividiria entre Hotéis Super Top e exclusivos, já com os passeios incluídos, onde a diária pode sair mais de R$3mil para o casal.

Explora, Tierra Atacama, Alto Atacama e o Awasi. Desses eu ficaria no Awasi, que é super bem localizado perto do centrinho da cidade. Os outros ficam mais afastados, mas são maravilhosos, um sonho!

Depois desses tem o Noi Atacama, que a Sandra, que escreve aqui pro Blog, ficou quando esteve lá. Ainda é bem diferenciado, mas não tem um preço tão alto.

Hotéis com bom custo benefício

E se você quiser um Hotel legal, mas com bom custo benefício recomendo o que ficamos que foi o Poblado Kimal, são 2 hotéis e a estrutura de café da manhã é compartilhada, esse é um pouco mais simples e com preço melhor. E o Kimal tem o quarto um pouco mais sofisticado, com uma decoração mais legal sai um pouco mais caro.

Nós adoramos. Superou minhas expectativas, cama super confortável, chuveiro muito bom e bem quente, aquecimento a gás no quarto e um atendimento exemplar!! Recomendo muito.

dicas para sua viagem ao Atacama
Nossa cabacinha no Hotel Poblado Kimal.

Além desses, estive com casais que ficaram hospedados no Terrantai e gostaram muito. O Hotel Pascual Andino, que também foi muito elogiado. Os 2 super bem localizados perto da rua principal, a Caracoles. Não deixem de me mandar mensagem se tiver dúvida em que Hotel escolher.

Se for reservar Hotel, aproveite para reservar aqui pelo Booking, pois somos afiliados e assim você também ajuda o Blog a continuar se mantendo e não paga nada a mais por isso!! 🙂

Agora que você já tem o essencial, a principais dicas para sua viagem ao Atacama. A pergunta é o que fazer por lá, certo? No próximo post vou dizer quais são os melhores passeios e qual agência escolher.

Nós fizemos com a Ayllu Atacama e já vamos te dizer nos mínimos detalhes porque eles são os melhores do Atacama!

dicas para sua viagem ao Atacama
Sente o estilo #souvipnoatacama

 

RESERVE SEU HOTEL NO BOOKING.COM

COMPRE SEU CHIP E FIQUE CONECTADO EM SUA VIAGEM

ALUGUEL DE CARRO EM 12X SEM JUROS!

VIAJE TRANQUILO! CONTRATE SEU SEGURO VIAGEM!
COMPRE AQUI SEUS INGRESSOS, EVITE FILAS

VIAJE DE TREM PELA EUROPA, COMPRE AQUI

Deixe uma resposta

Deixe sue comentário
Preencha seu nome